sábado, 13 de dezembro de 2008

Desabafo (Parte 5)

Será que to virando emo?


Já dá pra imaginar de quem eu vou falar né?

Normal.

Lá vai eu de novo dizer que quero esquecer dele... e blá blá blá...

Eu tento, mas não consigo.
Acho que só se aparecer alguém que tente tirar ele daqui, mas nem assim.

Ele disse que deve ser porque ele é muito difícil (só pra mim ¬¬')
Talvez seja...
Tô acostumada a ficar com meninos mais fáceis...

Acho que preciso amadurecer... e ele tbm.
Duas crianças não podem ficar juntas.

E eu?
Vou continuar chorando né, fazer o que?!
Não tenho controle disso.
Em todo canto que eu olho eu vejo ele.
É só fechar os olhos que eu posso imaginar e sentir ele perto de mim.
É simplesmente dormir e encontrar ele nos meus sonhos...

:(

Affz...

O pior é o meu medo de tentar abandonar tudo isso.
De tentar fazer meu coração desistir dele ou de ver ele apenas como um amigo.
Talvez fosse mais fácil ver ele como um inimigo... mas não dá!
Eu amo ele de qualquer forma.
Mesmo ele me machucando aos poucos sem perceber, mesmo ele me fazendo sorrir, mesmo ele me fazendo chorar...
Nada que ele faz muda o que eu sinto por ele.
Se por um momento eu fico chateada... passa um tempo e ele não sai da minha cabeça.
É como a chuva de verão. Vem forte, molha e depois acaba.

O nosso ontem ainda está muito no meu presente e isso acaba influenciando o meu amanhã.
Quer um exemplo?

-Eu tive ele comigo no passado.

-Continuo gostando dele no presente.

-E todos os meus planos pro futuro parecem depender desse amor.
╚ Minha viagem de intercâmbio...
╚ O meu casamento (será com ele?!)
╚ Meu melhor amigo do amanhã.

Beleza, ai eu páro de pensar nele, e vem os pesadelos.
Ele com outra, sabendo que eu gosto dele.
Ele indo me buscar em outro país.
Ele casando comigo.
Ele... ele... ele...

Meu anjo de baal.

A cada dia que passa deixa de ser o meu best friend...
Desceu pra coleguinha.
:(

Agora a pergunta que todos esperavam...

COMO ESQUECÊ-LO?

Se ele marcou a minha vida e o meu coração a ferro e brasa?!

Amo ele.

Não preciso dizer mais nada.
Simplesmente amo, e por amá-lo sou capaz de sacrificar meus sentimentos pra não vê-lo sofrer.

Eu sei que ele não sente o mesmo por mim, e é por isso que não posso alimentar ilusões e esperanças.
Só posso estar do lado dele da maneira que posso.
Mas tenho medo disso.
Longe dele eu não consigo respirar.
Mas longe dele eu sei não vou magoá-lo ou deixá-lo confuso, sei lá.

Minhas lágrimas?!
Não sei se vale a pena chorar ainda.
Mas como disse, eu não consigo controlar.
Vou chorar de tristeza até o momento que eu puder chorar de alegria.

Acho que por enquanto é só o que tenho a dizer.
Se alguém for capaz de duvidar do que eu sinto por ele, então eu peço que nunca se apaixonem e muito menos sintam que encontraram o amor de sua vida, por que isso pode ser uma coisa boa agora, mas tudo que é bom uma hora acaba.

Assim como o amor que ele sentiu por mim.

Será o fim?
Espero que não.

Bjin na bunda...
Até segunda!
:P

2 comentários:

MAUMAU-DO-MAU disse...

Vai Passar...

Lady Vampyra disse...

não quero que passe...
não quero que acabe...
só quero que melhore.
:(

Google